segunda-feira, 26 de junho de 2017

Meio Ambiente: criação de Deus, também

Gênesis 1 e 2:1-4

A criação do mundo foi algo importante para Deus.

“E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação entre a luz e as trevas.” Gênesis 1:4
“E para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom.” Gênesis 1:18

Nós, humanos, por sermos criados à imagem e semelhança de Deus não somos tão mais importantes do que os outros seres vivos e não vivos, também.  Cada ser vivo e ser abiótico criado por Deus tem sua importância e espaço no coração Dele.

“E Deus criou as grandes baleias, e todo o réptil de alma vivente que as águas abundantemente produziram conforme as suas espécies; e toda a ave de asas conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom. E Deus os abençoou, dizendo: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei as águas nos mares; e as aves se multipliquem na terra.” Gênesis 1:21,22

Todos os problemas ambientais, enchentes, devastações de florestas, queimadas, caça, dentre tantos outros são acontecimentos que devemos nos preocupar. Deus nos deu a ordem de sermos responsáveis por sua criação e isso requer amor por cada pedacinho de tudo que existe:

“O Senhor Deus colocou o homem no jardim do Éden para cuidar dele e cultivá-lo.” Gênesis 2:15
“Depois que formou da terra todos os animais do campo e todas as aves do céu, o Senhor Deus os trouxe ao homem para ver como este lhes chamaria; e o nome que o homem desse a cada ser vivo, esse seria o seu nome.” Gênesis 2:19

Não estamos nos preocupando fortemente com a água, o bem mais precioso criado por Deus, que pode ser comparado ao sopro da vida.

“E chamou Deus à porção seca Terra; e ao ajuntamento das águas chamou Mares; e viu Deus que era bom.” Gênesis 1:10

Sem água, não há possibilidade dos seres vivos continuarem vivos. Não estamos prestando atenção às florestas. Muitas delas, hoje, são reflorestamentos, não são naturais do local. Não estamos nos preocupando em preservar o que é natural, o que Deus criou para estar naquele espaço. Muitas vezes replantamos árvores que não são nativas e isso é prejudicial, mas a aparência de que existem plantas prevalece e nos esquecemos de que tudo tem seu equilíbrio e que Deus pensou nisso tudo para funcionar da melhor maneira possível.  Estamos deixando de lado nossas plantas e todos os ecossistemas que foram formados e evoluíram durante tantos bilhões de anos. Deixamos de prestar atenção a partir do momento que o pecado passou a habitar os corações humanos. O pecado nos afasta de Deus e essa distância nos tira o foco do essencial, do cuidar, do amar a criação, pois fazemos parte dela, mas não a tratamos como parte desse conjunto.

“E a terra produziu erva, erva dando semente conforme a sua espécie, e a árvore frutífera, cuja semente está nela conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom.” Gênesis 1:12

Li num livro de biologia um texto sobre explosão demográfica. Segundo alguns estudiosos dessa área, a quantidade cada vez maior de seres humanos é um dos principais fatores que estão prejudicando o meio ambiente e uma das soluções apontadas seria o planejamento familiar. Fiquei pensando sobre família. Deus diz em sua palavra que o homem e a mulher se tornariam uma só carne e que formariam um novo lar.

“Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne.” Gênesis 2:24

Hoje, família, casamento, sexo só depois do casamento, tornaram-se obsoletos. Bom, se pararmos pra pensar nisso, todos esses cuidados: relacionamento com uma pessoa fixa, cuidado nas relações sexuais, prevenção do sexo para depois do casamento, quando já se tem uma relação mais estável, são fatores que ajudariam a controlar a quantidade de pessoas povoando a Terra. Com isso, vemos que tudo o que precisamos para viver está na palavra de Deus. Ele criou todas as coisas e as amarrou de tal forma que tudo funciona perfeitamente. Contudo, nós estamos, muitas vezes, afastados da palavra Dele e não conhecemos e aplicamos Seus ensinamentos.  Ficamos focados em ensinar pontos bíblicos mais falados e não aprendemos e repassamos pontos mais “escondidos”, entendimentos que precisam ser interpretados por nós, para que possamos viver melhor nesse mundo que Deus criou e nos deu essa tarefa de cuidar.

Em 2011 a população mundial já era de 7.000.000.000 de pessoas. E em 2013 foi divulgado que 1 em cada 8 pessoas passam fome. Deus forneceu muita terra. Aprendemos a plantar, a fazer agricultura de subsistência, depois a tecnologia foi evoluindo e, hoje, temos máquinas que fazem o trabalho humano, o que possibilitou o alcance do comércio mundial de alimentos, também. Contudo, quem consegue comprar é quem tem dinheiro, condições financeiras favoráveis. As pessoas mais pobres continuam famintas. Deus nos deu terras e estamos especulando, usando agrotóxicos, inviabilizando o uso de muitas delas e deixando semelhantes passarem fome. Será que Deus está satisfeito com essa situação?

“E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra. E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento. E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus, e a todo o réptil da terra, em que há alma vivente, toda a erva verde será para mantimento; e assim foi.” Gênesis 1:28-30

Outra coisa que se fala muito e não se faz quase nada é sobre o aquecimento global. Ele é real? Não sabemos ao certo porque existem estudiosos que dizem que é apenas uma fase natural da Terra, que se aquece de tempos em tempos, enquanto outros dizem que o aquecimento é real, mas não custaria nada agirmos em prol do meio ambiente, ao qual fazemos parte. O uso de termelétrica, que utiliza o carvão e o petróleo como fonte, é muito poluente, pois libera gases como o dióxido de carbono (gás carbônico) que agrava o efeito estufa. Esse efeito (estufa) foi criado por Deus para permitir nossa vida, sem ele, não teríamos uma temperatura ideal na Terra e morreríamos assim que variasse um pouco. O que estamos fazendo é agravando esse processo natural, assim, as temperaturas sobem mais, trazendo vários prejuízos. Porque não usamos a energia solar? Uma das justificativas: é cara. O ser humano está se preocupando mais com o lucro/prejuízo que vai ter do que com a preservação da sua vida.

Estamos destruindo o nosso planeta – essa é a verdade – e não era esse o plano de Deus. A iniciativa era cuidarmos dessa terra, dos animais, das plantas, dos nossos semelhantes como cuidamos de nós mesmos, com amor, cuidado, atenção, para que tudo continuasse funcionando e trabalhando perfeitamente, assim como quando foi criado. Portanto, sejamos mais cuidadosos, amemos mais os animais e as plantas, cuidemos melhor dos rios, lagos, mares, temperatura, ...
Com cada um fazendo um pouco, ajudaremos a criação de Deus.

“O Senhor Deus colocou o homem no jardim do Éden para cuidar dele e cultivá-lo.” Gênesis 2:15


Stéphanie Elise

segunda-feira, 27 de março de 2017

Robotização do tempo

"Plantem durante seis anos e façam as colheitas, mas, no sétimo ano, deixem a terra descansar, para que os pobres que vivem no meio de vocês possam comer dela. E os animais selvagens comam o que eles deixarem. O mesmo se aplica às vinhas e olivas de propriedade de vocês. Trabalhem durante seis dias e descansem no sétimo, para que seu boi e seu jumento possam descansar e para que seu escravo e os estrangeiros que trabalham para vocês também tenham o descanso necessário" Êxodo 23:10-12

Esse texto me fez pensar muito em três coisas:
- mandamentos de Deus
- preocupação de Deus com o homem
- preocupação de Deus com a natureza

Lembrei-me dos 10 mandamentos, em que Deus nos diz para guardarmos o sábado a fim de que nos lembremos de Sua criação e possamos nos aproximar Dele. Fazemos isso aos domingos, normalmente, mas penso que Deus nos deu esse mandamento para que possamos sempre reservar um momento para Ele, com o propósito de aprofundarmos nosso relacionamento com Deus. Esse mandamento e esse versículo de Êxodo 23 me fizeram repensar nessa questão da quantidade e qualidade do meu tempo e te convido a pensar sobre o seu tempo também. Esse momento reservado é importante, mas, mais ainda, é preciso que estejamos a todo momento com Deus: enquanto estamos na rua, dormindo, estudando, trabalhando, pensando, comendo, descansando, lendo,... Penso como Deus fica feliz quando nosso dia é todo Dele também, não só as horas que reservamos diariamente.

O princípio fundamental é estar em comunhão, não deixar que outras coisas tomem o lugar de Deus nas nossas vidas. A robotização do relacionamento com Deus é o perigo. O verbo reservar traz consigo a ideia de um tempo finito, que é separado para uma atividade que terá fim em alguns minutos ou horas. Contudo, a vida com Deus é eternidade e o nosso limite temporal da Terra não pode nos fazer esquecer desse fato. Não podemos deixar Deus reservado para uma hora do nosso dia. Temos 24 horas por dia e separamos um tempo mínimo para Deus, que às vezes, nem existe, de tão atarefados que somos no nosso dia a dia. Deus precisa estar em cada uma dessas atividades e tempos do nosso dia a dia. A organização do tempo é fundamental para que nos organizemos e cumpramos nossos objetivos diários, semanais, mensais. Entretanto, Deus quer estar lá também, em todos esses momentos, não só em “horários reservados para a religião”.

Coloque Deus no seu dia a dia, todos os dias, todas as horas, todos os minutos, todos os segundos. Deus é onipresente, mesmo você não percebendo Sua presença, Ele está ao seu lado. O que precisamos é estar afinados nesse relacionamento, para que nosso dia a dia seja mais leve, mais alegre, com mais propósito, e não somente mais um dia como outro qualquer, mais um dia corrido e preocupante, estressante. Quando colocamos nossa vida nas mãos de Deus, Ele nos acolhe em Seus braços de amor e nos guia em paz, nos dando alegria, satisfação, organização, para que o nosso dia renda, seja proveitoso. Tudo isso faz nosso relacionamento com Ele aumentar cada vez mais. Quando sentimos a presença Dele, queremos mais. É algo inexplicável, é paz, é completude. Deixe que Deus faça parte do seu dia, sempre. Não reserve um momento separado, apenas. Guardar Deus em uma caixinha não nos fará aprofundar essa amizade.

Deus quer que descansemos. Ele sabe o quanto trabalhar, estudar, cuidar da casa, de filhos, e tantos outros compromissos nos cansam. Por isso Ele diz: descansa um pouco, tenha um tempo para você dormir, colocar o sono em dia,
"Você poderá se deitar com toda tranquilidade, aproveitar uma boa noite de sono e descansar bem" Provérbios 3:24

deixe um pouco os problemas, resolva depois, não se estresse.
"Confie no Eterno do fundo do seu coração; não tente resolver tudo sozinho" Pv 3:5

Deus sabe o quão falho somos e o quanto o dia a dia nos desgasta, por isso nos aconselha a descansar, não trabalhar, não estudar, não pensar somente nessas coisas diárias que nos tomam tanto tempo. A palavra de Deus não diz para simplesmente deixarmos nossas tarefas de lado porque Deus disse para descansarmos. O importante é sabermos que Ele nos apoia no nosso descanso, Ele sabe que precisamos de uma pausa para que as tarefas diárias sejam produtivas. Use seu tempo de forma sábia, mas descanse, reserve um tempo para tirar tudo de sua mente e relaxar, para que quando retornar, tenha um rendimento muito melhor. 

O que Deus está nos mostrando nesses versículos é que Ele é maior do que essas coisas que achamos tão importantes.
- Ele diz para descansarmos, para não fazermos tudo sozinhos.
- Ele diz que quer estar lá com a gente na hora difícil, no momento complicado das nossas vidas.
- Ele está dizendo que não precisamos passar 23h do dia desesperados, tentando resolver tudo e deixar só 1h do dia para Ele, mas aproveitarmos as 24h ao lado Dele, porque Ele quer está lá conosco, nos ajudando.
Isso é confortante e demonstra o quanto Deus nos ama!

Além disso, Deus se preocupa com a natureza. Ele diz que a terra precisa descansar. Essa palavra de Deus me fez lembrar daquelas plantações que usam o sistema de rotação de culturas, que segundo a Embrapa, "consiste em alternar, anualmente, espécies vegetais, numa mesma área agrícola. As espécies escolhidas devem ter, ao mesmo tempo, propósitos comercial e de recuperação do solo". Deus sabe que a terra precisa descansar e o uso contínuo que o ser humano faz, plantando sempre mais e mais, sem deixar a terra renovar seus nutrientes, atrapalha a saúde do solo, podendo prejudicar futuras plantações e, consequentemente, a vida dos que dependem delas e de animais que se alimentam dessas culturas.

O ser humano faz parte da natureza, precisamos dela para comermos e sobrevivermos, entretanto, não estamos cuidando com atenção desse bem precioso que Deus nos deu. É importante termos a consciência de que Deus, que governa todo o universo, nos deixou essa tarefa, de cuidar da natureza e preservá-la. Por que existem pessoas que desmatam por dinheiro? Que traficam animais por dinheiro? Que colocam muitos produtos como agrotóxicos para produzirem mais por dinheiro? Porque o dinheiro é, para muitos, um outro Deus e sabemos que não podemos seguir a Deus e ao dinheiro, não podemos seguir a dois deuses ao mesmo tempo.
"Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro". Mateus 6:24

Precisamos colocar Deus na nossa rotina, no todo do nosso tempo. Precisamos cuidar da natureza, das plantas, dos animais, dos solos, porque eles fazem parte da nossa vida, do ecossistema criado por Deus e que estamos inseridos. Não podemos servir a dois deuses. Deus é perfeito e preenche todo o espaço do seu coração. Não deixe que outro deus falso preencha esse espaço que pode ser de Deus, para que Ele dê sentido à sua vida.

Todos os tópicos dessa mensagem incluem o tempo com Deus. Quando vivemos com Ele e para Ele, as coisas fluem nas nossas vidas: passamos a ter uma rotina mais calma, com Deus ao nosso lado, nos ajudando em tudo que precisamos e conseguimos sentir Sua presença porque nosso vínculo com Deus passa a ser fortalecido em todos os momentos; passamos a descansar em Deus, deixando nossas tarefas e compromissos para os momentos certos a serem resolvidos e aprendemos a entregar nas mãos Dele aquilo que não somos capazes de resolver e prever, além de tudo que envolve nossa vida, confiar em Deus passa a ser nosso cotidiano cada vez mais presente; aprendemos que a natureza e tudo que está relacionado a ela é de fundamental importância, pois foi Deus que criou, e como sua criação, não deve ser menosprezada, pelo contrário, precisa ser preservada.

A palavra de Deus é muito rica. Ele sempre tem algo novo a nos ensinar. Basta temos vontade de ler e de aprender cada vez mais com Deus.

Que Deus nos abençoe
Stéphanie Elise

domingo, 29 de janeiro de 2017

Conduzidos por Deus

"Os israelitas gemiam e clamavam a Deus sob o regime da escravidão. E o pedido de libertação dos trabalhos forçados chegou a Deus" Ex 2:23

"E o Eterno disse: faz tempo que venho observando a aflição do meu povo no Egito. Ouvi o povo clamar por livramento das mãos dos seus senhores e conheço muito bem o sofrimento dos israelitas. Agora desci para ajudá-los, para livrá-los do domínio do Egito, tirá-los daquele país e levá-los para uma terra boa, ampla, cheia de leite e mel, hoje habitada por cananeus, hititas, amorreus, ferezeus, heveus e jebuseus" Ex 3:7-8

No meio daquele sofrimento todo no qual os israelitas estavam vivendo como escravos, eles começaram a orar, clamar a Deus por livramento, para que Deus fizesse algo para ajudá-los. 
Não podemos ser autossuficientes. Devemos orar. As coisas saem do nosso controle porque não temos a característica de onisciência, não temos a capacidade de ver o futuro nem saber que caminho tomar em 100% das vezes. Por isso, é necessário o autoconhecimento e humildade para termos noção disso e o entendimento de que só Deus pode controlar tudo de cima, não temos como resolver tudo sozinhos. Não somos mini-deuses. Lembro-me sempre de uma imagem contata pelo pastor da minha igreja: quando ele viajou de avião pelo estado de Minas Gerais, viu as imensas montanhas como pedrinhas, aquelas que, quando observadas do nosso ponto de visão são tão grandes e quando vistas lá de cima, tão pequenas... Deus vê nossos problemas como aquelas montanhas: para nós parecem gigantes, mas para Deus são pequenas. Devemos, portanto, entregar tudo nas mãos Daquele que sabe de todas as coisas. E confiar.

Devemos orar porque Deus ouve as orações. Muitos acreditam que a oração não é válida porque não funciona, porque Deus nunca responde ou demora a responder. Os versículos lidos mostram a onipresença, onisciência e onipotência de Deus, que já estava vendo a situação do seu povo fazia tempo, mas que naquele momento em que o povo orou, Deus resolveu agir porque viu que o povo estava O reconhecendo como Senhor e que precisava da ajuda Dele; reconheceram que não eram os tais mini-deuses que muitos de nós queremos ser ou, sem querer, buscamos. Isso significa que Deus sabe tudo que acontece na nossa mente e coração e, por isso, Ele quer que confiemos Nele, que coloquemos tudo em Suas mãos. Creia que Ele sabe tudo e sabe quando agir.

Devemos esperar Deus agir, confiantes na Sua ação. Não precisamos colocar obstáculos para a ação de Deus. Havia muitos povos vivendo na terra que Deus prometeu, isso significava que o povo de Deus precisaria enfrentar esses outros povos para que pudesse entrar na terra prometida. Isso poderia servir de desculpa para quererem permanecer na inércia, onde é confortável, e foi isso que aconteceu. O povo se revoltou contra Moisés várias vezes, dizendo que preferia morrer no Egito, que era melhor ter ficado lá no Egito como escravos do que passar fome, sede ou ter que enfrentar vários exércitos e morrer ali no deserto. Deus sabia disso, assim como sabe dos nossos limites e como eles se tornam barreiras intransponíveis para nós, muitas vezes. Entretanto, nada melhor do que uma mãozinha de Deus para nos ajudar a pular essas barreiras e continuar nossa jornada. E é isso que Deus estava propondo para o povo e para nós também, uma caminhada com Ele, que trará alegrias infindáveis para nós, mesmo que tenhamos que passar por mares e desertos assustadores.
Lembrando que para Deus, nossas montanhas são como pedrinhas.

Deus está com a gente nesse caminho, o único caminho que nos leva à eternidade ao lado Dele.
Que possamos deixar Deus nos conduzir.

Stéphanie Elise.


segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Frutos do Espírito - DOMÍNIO PRÓPRIO

Paciência
Quem nunca passou por situações conflitantes, que nos tiram a paciência? Tornou-se normal atravessarmos essas complicações sem paciência, sem esperar em Deus, sem ter esperança de melhora, de resolução. Deus quebra esse pensamento nos dizendo que é para nos alegrarmos na esperança, já que o futuro pertence a Ele. Não sabemos o que vem pela frente mas Ele sabe. Diz também para sermos pacientes na tribulação. Como assim? Pacientes? “Não tem como Deus, já tentei conversar com algumas pessoas sobre meu problema mas até agora nada foi resolvido, não sei mais o que eu faço...”
Na maioria das vezes essa é nossa resposta a Deus, mas com seu amor, Ele nos aconselha: "tenha paciência, deixa que Eu cuido disso pra você... além disso, meu filho, converse comigo também, sou seu Pai, posso te ajudar".
A oração é fundamental no nosso relacionamento com Deus.

Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração. Romanos 12:12

Vício
Vício. Essa palavra faz você pensar em que? Alcoolismo, drogas, jogos?
A palavra vício abarca muitos outros problemas relacionados à dependência; assim, tudo que nos toma muito tempo, nos tira dos objetivos é considerado vício, como computador, pornografia, dinheiro, comida, etc.
"o homem é escravo daquilo que o domina" 2 Pedro 2:19

Deus nos avisa que o homem torna-se escravo daquilo que o domina. Assim, o primeiro passo para termos controle próprio é a oração. Deus sempre ouve seus filhos: "Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará." 

Mateus 6:6 nos alerta para o poder da oração, aquela que vem do fundo do coração, secreta, quando contamos a Deus aquilo que só nós sabemos. Orar a Deus do fundo do coração, não importando o conteúdo da conversa, seja pedidos, agradecimentos, desabafos, é reconhecer o poder de Deus nas nossas vidas. Da mesma forma, quando oramos pedindo perdão pelos nossos pecados, reconhecemos que estamos presos, que as grades nos afastam de estar perto de Deus. Essa confiança em Deus é essencial, pois precisamos acreditar de todo o coração que Deus pode quebrar as barreiras e nos libertar de todo mal.

Culpa
Gênesis 3: 1-13
Lemos que Eva foi enganada pela serpente, que a fez comer do fruto da árvore que Deus havia proibido. Deus deu o Seu melhor conselho e o ser humano pela primeira vez pecou e gostou: vemos que Eva também deu o fruto ao seu marido. O pecado é assim... bonito, atraente, gostoso como o fruto e vem para nos fazer cair sem percebermos. Nos últimos versículos, Deus pergunta aos dois se eles haviam comido o fruto, embora já soubesse a resposta. Adão empurrou o erro para Eva e essa para a serpente. Ninguém admitiu o descuido, não foram honestos. Isso mostra como o pecado age nas nossas vidas: seduzindo e nos afastando de Deus.

Controle da língua/Impulsividade
"Você ama toda palavra maldosa, ó língua mentirosa!" Salmos 52:4

"Afiam a língua como a da serpente; veneno de víbora está em seus lábios." Salmos 140:3

"O falar amável é árvore de vida, mas o falar enganoso esmaga o espírito." Provérbios 15:4

Tem gente que adora falar e tem aquelas pessoas mais quietinhas. Contudo, esses versículos são para todos. O falar demais pode ser ruim quando não sabemos controlar nosso pensamento. O cérebro pensa e logo as palavras saem pela boca. Em momentos inoportunos isso pode gerar problemas sérios, como fofocas, desabafos com pessoas erradas, problemas de relacionamentos. Por outro lado, o falar de menos também é comprometedor já que o pensamento fica retido na nossa mente e lá também há pecado. O fato de não professarmos nosso pensamento não quer dizer que não estejamos nos afastando de Deus com as ideias erradas sobre uma pessoa, com a vontade de falar "umas verdades" para alguém, etc.
Deus nos diz para controlarmos nossa língua e precisamos estender esse conselho para nosso pensamento também. Quando estivermos falando ou pensando demais, mais uma vez, o essencial é reconhecermos e termos a vontade de mudar, pois nunca é tarde pra Deus nos modelar conforme Sua vontade.

Salmo 119, versículo 24
“Sim, os teus testemunhos são o meu prazer; eles são os meus conselheiros”

A Palavra de Deus é nossa conselheira, nela encontramos tudo que precisamos para ter uma vida feliz, prazerosa sem precisarmos buscar em locais inapropriados. A bíblia tem conselhos de Deus que são aplicáveis às nossas vidas. Ela deve ser lida como uma conversa entre você e Deus, não como mais um dos livros que guardamos nas estantes. O pecado está ao nosso redor, tentando nos tirar do foco e nos fazer cair, perdendo nosso domínio próprio. Entretanto, Deus é mais forte do que qualquer vontade nossa, por isso, precisamos estar firmes Nele. 

Assim terminamos a série sobre os frutos do Espírito, aprendendo que nosso relacionamento com Deus nos proporciona viver uma vida equilibrada e com frutos vindos do Espírito Santo. Que todas essas mensagens tenham sido relevantes para você.

Deus te abençoe
Stéphanie Elise



terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Frutos do Espírito - MANSIDÃO

“Não somos apenas queridos e bem-vindos, mas conhecidos e aceitos, para experimentarmos, sentirmos e vivenciarmos a vida da família por nós mesmos. Trata-se de relacionamento, comunhão, compartilhamento de almas e, portanto, de conhecer e ser conhecido, de ser amado e amar-se, de estar unido ao Pai”.
De volta à Cabana.

Família. Essa é a união existente entre Pai, Filho e Espírito Santo e é nessa família que Deus quer que estejamos para desfrutarmos da união, comunhão, amor e cuidado mútuos. Os frutos do Espírito são expressos quando entramos nessa família, isto é, a partir do momento em que passamos a entender e viver como Eles, a trindade. Dentre esses frutos está a mansidão.

“Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra” Mateus 5:5

Desde o sermão da montanha, Jesus nos diz que os mansos herdarão a terra. Segundo a bíblia de estudos Macarthur, “mansidão é o oposto de se estar fora de controle. Não é fraqueza, mas o supremo autocontrole assegurado pelo Espírito. O fato de que ‘os mansos herdarão a terra’ é uma citação de Sl 37:11”

“Mas os humildes receberão a terra por herança e desfrutarão pleno bem-estar" Salmos 37:11

A mansidão anda lado a lado com o domínio próprio. É um ótimo aliado de quem deseja evitar desentendimentos ou frustrações. O manso reflete o observador, pois compreende as consequências da pressa, agitação, ferocidade. Consequências que nos levam a nada ou a um fim pior. O manso é paciente, mas não egoísta.

Ser manso não é ser fraco e Jesus não foi fraco, mas sim forte quando escreveu na terra com os dedos enquanto homens estavam se preparando para apedrejar uma mulher que havia cometido adultério. A calma que Jesus demonstrou fez com que os homens pensassem em suas próprias vidas depois que Jesus permitiu que aqueles que nunca haviam pecado atirassem a primeira pedra. A mansidão foi um ato amoroso de Jesus para com aquela mulher. (João 8:1-11). A mansidão é um fruto do Espírito, portanto, uma característica que trabalha para o bem. A mansidão de Jesus salvou a mulher.

A mansidão também pode ser demonstrada através de palavras duras, porém calmas. Sem gritarias ou baixarias. Pela serenidade analisa-se a mansidão. Contudo, o manso não é aquela pessoa "avoada" ou "desligada". O manso é aquele que, conscientemente e por domínio do gênio, decide ser manso; manso consigo mesmo e principalmente com o próximo.

Vemos esse comportamento de Jesus em várias ocasiões, uma delas é retratada em Marcos 2:1-12. Nela, um paralítico é levado a Jesus para ser curado e, vendo a fé que os homens que o traziam tinham, Jesus perdoou os pecados do paralítico. Porém, homens da lei, fariseus, pensavam em seu íntimo como Jesus podia falar daquele jeito, pensavam que Ele blasfemava. Nesse momento, Jesus poderia se estressar com os homens, falar de um modo grosseiro por estarem pensando daquela forma sobre o Filho de Deus. Entretanto, Jesus foi sábio. Sendo manso, perguntou aos homens porque eles remoíam aquelas idéias em seus corações. Nesse momento, Jesus curou o paralítico para demonstrar aos fariseus que realmente era o Filho de Deus. Assim, muitos glorificaram a Deus e reconheceram Seu poder.

“Sejam completamente humildes e dóceis, e sejam pacientes, suportando uns aos outros com amor." Efésios 4:2

Ser dócil é ser humilde, manso, calmo, paciente. O conselho de Paulo a partir dessas palavras é para amarmos o próximo como a nós mesmos, assim como Jesus também nos falou:

‘Ame o seu próximo como a si mesmo’ Mateus 22:39


Mansidão é aceitar como boa e sem resistência a forma como Deus nos trata. Por isso, que possamos aprender com Jesus, como Ele mesmo diz, pois Ele sabe como somos e sabe que podemos seguir Seu exemplo de vida.

Mas como podemos exercer a mansidão no nosso dia a dia? Sendo humilde, pensando nos outros, sem arrogância, egoísmo, agressividade ou vaidade, mas sendo calmo e paciente, professando palavras de carinho, sempre servindo uns aos outros e a Deus. É preciso que nos amemos primeiro para amarmos ao próximo. Jesus nos diz: "ame ao teu próximo como a ti mesmo". Ele nos aconselha a isso pois entendemos melhor seu mandamento quando nos colocamos no lugar do outro. Portanto, na dúvida do que é certo ou errado, bom ou ruim, pense como você se sentiria quando falassem ou tratassem você de determinadas formas.

“Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas” Mateus 11:29

Que possamos aprender com Jesus a sermos mais humildes e mansos. Jesus demonstrou com sua vida que isso é possível e é um fruto do nosso relacionamento com Ele.


Stéphanie Elise.
Colaboração de: Letícia Silva e Gabriele Parmera

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Frutos do Espírito - FIDELIDADE

Fidelidade é um dos frutos do Espírito e brota em nossos corações e atitudes por meio da transformação que Jesus faz em nós.

A fidelidade pode ser vista de diversas formas:

1 - No casamento.

Na união de duas pessoas, esse sentimento tem que estar fortalecido e, dessa forma, fortalecendo os corações por meio do amor. Sem o amor, o primeiro e importante fruto, não existe a fidelidade na vida do casal. Saber respeitar o outro, ser honesto, paciente, amoroso é fundamental para se ter uma união baseada nos princípios de Deus.

2 - No relacionamento pais e filhos.

Desde o nascimento até o último dia de nossas vidas Deus já nos conhece no íntimo, nos detalhes. "Até os cabelos da cabeça de vocês estão todos contados." Lucas 12:7

Assim são os nossos pais, nos conhecem mais do que qualquer pessoa e são capazes de enfrentar tudo para nos verem felizes. Deus coloca pai e mãe nas nossas vidas para cuidarem de nós, para serem a face de Deus nas nossas vidas. Assim como nos coloca como pais para que aprendamos mais sobre o que é ser fiel e para nos ensinar como ter o amor mais parecido com o de Deus por nós, um amor incondicional, que é o que embala os filhos nos braços de seus pais.

3 - No carinho e amor de animais de estimação para com seus donos.

Dizem que o cachorro é o melhor amigo do homem. Essa frase demonstra como que os animais podem amar sem condições. Amam seus donos, não guardam rancor, sofrem e se alegram junto, ficam conosco em todos os momentos nos dando força, alegria e paz. Assim é o amor de Deus para com seus filhos. Penso que os animais são instrumentos de Deus para que Ele possa colocar no mundo esse sentimento que é essencial na vida de qualquer pessoa.

4 - No relacionamento entre amigos e irmãos.

"Quem tem muitos amigos pode chegar à ruína, mas existe amigo mais apegado que um irmão." Provérbios 18:24
Irmãos são presentes de Deus. São amigos que moram nas nossas casas e que dividem com a gente instantes de todos os tipos. São bênçãos que Deus nos dá para que possamos cuidar e amar. Assim também são nossos amigos, que não moram com a gente mas podem ser como irmãos, como diz a palavra de Deus. Por isso, ser fiel é importante numa amizade para que a cada dia ela se edifique e se torne mais firme. 

5 - Na comunhão entre Deus e os homens.

Esse é sem dúvida o maior exemplo de fidelidade que pode existir: a de Deus para com a humanidade. Sua fidelidade começou desde o início da criação da Terra. Deus criou tudo o que existe, incluindo o homem. Esse pecou contra Deus e Ele já sabia que mandaria Seu único Filho para morrer pelos nossos pecados a fim de sermos salvos. Não há maior amor do que esse. Deus é fiel! 

Quando criança, Jesus já sabia sobre Deus e conseguiu discutir com os mestres da lei no templo e seus pais não entenderam a resposta de Jesus, tamanha era a sabedoria dele.

"Depois de três dias o encontraram no templo, sentado entre os mestres, ouvindo-os e fazendo-lhes perguntas. Todos os que o ouviam ficavam maravilhados com o seu entendimento e com as suas respostas. Quando seus pais o viram, ficaram perplexos. Sua mãe lhe disse: "Filho, por que você nos fez isto? Seu pai e eu estávamos aflitos, à sua procura". Ele perguntou: "Por que vocês estavam me procurando? Não sabiam que eu devia estar na casa de meu Pai?" Lucas 2:46-49

Quando adulto Jesus falava sobre amor, sobre perdão, ia contra as leis, mas tudo em nome de Deus, de seu Pai, que era fiel para com todos os homens.

No momento de Sua morte, sozinho, orou pedindo que Deus perdoasse aqueles que não sabiam o que estavam fazendo. Pediu perdão em nosso lugar, tomou as nossas dores e os nossos erros a fim de nos purificar. "Jesus disse: "Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo" Lucas 23:34

Assim que ressuscitou, Jesus continuou seguindo a vontade de Deus e deixou conosco Seu espírito, o Espírito Santo, para que nos confortasse e ficasse do nosso lado. "E com isso, soprou sobre eles e disse: "Recebam o Espírito Santo." João 20:22

Deus foi fiel a cada instante e continua sendo.

Nesse mês de Natal, quando celebramos o nascimento de Jesus, pense sobre isso. Deus foi fiel ao entregar Jesus pelos seus filhos, nós. Dessa forma, que essa data seja realmente lembrada pelo seu significado e que essa promessa de amor e vida eterna possa ser transmitida àqueles que não conhecem. "Novamente Jesus disse: "Paz seja com vocês! Assim como o Pai me enviou, eu os envio" João 20:21 

Que tenhamos essa meta em nossas vidas, de sermos fiéis, assim como Ele é.  

Stéphanie e Kátia

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Frutos do Espírito - BONDADE

O que é bondade?

Danielly: Fazer boas ações, respeitar e ajudar o próximo. 

"Amá-Lo de todo o coração, de todo o entendimento e de todas as forças, e amar ao próximo como a si mesmo é mais importante do que todos os sacrifícios e ofertas". Marcos 12:33

O amor que sentimos por Deus e pelo próximo é consequência do reconhecimento do amor Dele por nós. Aprendemos com Deus que ser bondoso não requer reconhecimento nem troca, apenas entrega. Deus se entregou por nós no momento da morte e ressureição de Jesus e todos os dias das nossas vidas a morte de Jesus tem seus efeitos: os frutos do Espírito. A bondade é um fruto.

"Como é preciosa a vossa bondade, ó Deus! À sombra de vossas asas se refugiam os filhos dos homens." Salmos 36:7

Essa semana comemoramos o dia dos pais, pensamos com mais carinho em tudo que nossos pais fazem por nós, incluindo nos proteger; em seus braços podemos nos refugiar. Desde quando somos crianças sabemos que podemos confiar neles em todos os momentos. O versículo diz que nos braços de Deus podemos nos refugiar, assim como nos dos nossos pais. Deus busca ter conosco um relacionamento íntimo de confiança, de proximidade e de amor. E, em Deus, sempre teremos o amor pleno, o amor daquele que nos amou primeiro.

"Ó vós, que sois a minha força, a vós, meu Deus, cantarei salmos porque sois minha defesa. Ó meu Deus, vós sois todo bondade para mim." Salmos - 59:17

Raramente oramos agradecendo a Deus pelas coisas boas. É comum pedirmos, pedirmos, até recebermos o que queremos. Contudo, nem sempre o que queremos é o que Deus quer também. O que o versículo nos mostra é a gratidão pela bondade de Deus. Ele sempre age da forma correta e nos dá o que é necessário para nós. Mesmo não compreendendo todas as coisas que Deus faz, precisamos ter essa certeza e agradecer pela bondade e misericórdia de Deus.

Kátia: Prazer em ajudar aqueles que precisam de auxílio em todas as áreas. Disposição em ajudar.

Deus não espera nada em troca do seu amor. O amor é incondicional e Deus está disposto a amar a todos, sem distinção. Dessa forma, como filhos de Deus e discípulos de Jesus, precisamos ter disposição e amor incondicional, sem dar esperando receber em troca. Se as pessoas agissem como Jesus agiu, o mundo teria mais amor.

Itamar: É o ato de se dar ao outro em ajuda incondicional.

"Mas quando se manifestaram a bondade e o amor pelos homens da parte de Deus, nosso Salvador, não por causa de atos de justiça por nós praticados, mas devido à sua misericórdia, ele nos salvou pelo lavar regenerador e renovador do Espírito Santo, que ele derramou sobre nós generosamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador. Ele o fez a fim de que, justificados por sua graça, nos tornemos seus herdeiros, tendo a esperança da vida eterna. Fiel é esta palavra, e quero que você afirme categoricamente essas coisas, para que os que crêem em Deus se empenhem na prática de boas obras. Tais coisas são excelentes e úteis aos homens." Tito 3:4-8

Deus é amor e no amor encontramos bondade. Quem ama com o amor que vem de Deus, pratica a bondade para com o próximo, pois é um fruto do Espírito. Aprendemos que a bondade não é fruto do homem, mas de Deus, não por causa da nossa justiça, mas pela justiça e misericórdia de Deus.
A bondade de Deus se regenera, se renova. É comum vermos em festas de fim de ano pessoas prometendo renovações, recomeços melhores e mais esperançosos para o ano novo, entretanto, Deus, a cada dia, nos dá essa oportunidade porque entregou seu Filho por nós e podemos ser renovados pelo Espírito de Deus todas as manhãs, ao acordarmos. Deus é bondoso!
A bondade de Deus, ao entregar Jesus por nós se converte também em esperança. Esperança de vivermos felizes ao lado de Deus; de podermos ajudar o próximo assim como Ele nos ajuda; de acordar todos os dias tendo a certeza da salvação e saber que um dia estaremos ao lado do Salvador.

"Fiel é esta palavra". O amor de Deus é fiel, a bondade de Deus é fiel; Deus é fiel. Aprendemos, portanto, que podemos viver com a certeza do amor de Deus por nós e pelos nossos semelhantes. Por isso, precisamos dar esse testemunho e passar adiante a bondade de Deus por meio de boas obras, de conselhos, de compartilhamento da palavra de Deus. 

Douglas: Simplesmente ser bom.

Ser bondoso é simplesmente ser bom, demonstrar o lado bom das coisas. Saber que o mal existe mas que ele não nos leva a lugar nenhum. Revidar com a mesma moeda, xingar as pessoas por trás, fazer parte de uma corrente de fofocas: tudo isso nos leva à ruina. Ao contrário, sendo simplesmente bons, levando o amor, a bondade, a ajuda, o respeito ao próximo, estaremos contribuindo para um mundo melhor.

Letícia: O que vem na minha cabeça quando penso em bondade é alguém sorrindo e abraçando uma pessoa que precisa; ajudando, confortando, sendo como Jesus. Jesus sempre agiu com bondade. Amou. Posso dizer que bondade se resume em amar a pessoa sem nada em troca.

Que Deus nos ajude a praticar a bondade todos os dias.
Stéphanie Elise.

sábado, 2 de maio de 2015

Frutos do Espírito - AMABILIDADE

Êxodo 18:13-27

Essa passagem de Êxodo me fez pensar sobre o que seria amabilidade. Segundo o dicionário é "característica ou atributo de amável; Dito ou ação amável". Seria, então, a prática da ideia de amor. O primeiro fruto do Espírito é o amor. O amor é Deus. Quem conhece Deus, conhece esse amor. Portanto, aceitando a Jesus, passamos a ter o Espírito Santo de Deus em nossas vidas nos ensinando como praticar o amor. Portando, amabilidade é prática.

O contexto da passagem é sobre a divisão de tarefas entre os líderes do povo de Israel. Moisés, que fora chamado por Deus para libertar seu povo da escravidão, tinha em suas costas um peso muito grande de solucionar problemas de todos os tipos entre as pessoas do povo. Podemos pensar que eram desde problemas mais simples como brigas entre amigos até os mais sérios, como aflições em casamentos, por exemplo.

Ser paciente e amável eram características essenciais que Moisés precisava exercitar no seu dia a dia. Por isso, penso em quatro visões dentro desse texto que nos ajudam a entender um pouco mais sobre ser amável: o ponto de vista de Moisés, de Jetro, de Deus e do povo.

Moisés era um homem dedicado a Deus. Desde o princípio obedeceu às ordens do Eterno para retirar seu povo de anos de escravidão no Egito. Por isso, achava-se responsável por manter a ordem e a harmonia dentro da comunidade. Tendo recebido essa tarefa, a fazia com a maior responsabilidade. Contudo, havia muito trabalho. Eram milhares de pessoas que todos os dias traziam problemas a Moisés. Possivelmente ele permanecia horas somente exercitando esse ofício, o que poderia provocar desânimo, cansaço, desvio do objetivo, dentre outros obstáculos.

Por isso, Deus, em sua sabedoria, olha para Moisés com amor. Sabe que para nós, seres humanos, falhos, é difícil ter sempre a resposta certa para tudo. Provavelmente surgiriam situações difíceis para Moisés, que a nível mortal, seriam impossíveis de resolver. Portanto, Deus usou o sogro de Moisés, Jetro, para demonstrar qual seria a mais sábia atitude que permitiria Moisés continuar sua tarefa.

Jetro ofereceu conselhos a Moisés. Lemos no texto que ele propõe a Moisés que busque entre o povo pessoas sábias, íntegras, incorruptíveis para dividirem as tarefas pesadas com ele. Deus, agindo por meio de Jetro, nos mostra que não precisamos viver nossas rotinas sozinhos, procurando resolver tudo da maneira correta sem outras visões junto com a nossa, sem ajuda, sem comunhão. Deus nos criou com amor e é assim que precisamos agir uns com os outros. O conselho de Jetro demonstra essa compaixão e amabilidade perante Moisés. Deuteronômio 1:9-13

Por último, o povo foi beneficiado e pôde ter a ajuda de mais servos de Deus. Além disso, foi por meio da ação de Jetro que novas pessoas foram levantadas para trabalharem no Reino de Deus. Se não fosse pela ação de Deus através do sogro de Moisés, esses líderes não seriam conhecidos e provavelmente não poderiam ter seus dons usados por Deus para o bem daqueles que O amam.

A bíblia está cheia de bons conselhos vindos de Deus para nós também, porque assim como Ele amou Moisés, Jetro e Seu povo, Ele ama você. Por isso, leia mais a bíblia, dedique-se mais à Deus, pois sabemos que Ele nos vê e sua visão é sempre a melhor.


Deus nos abençoe.
Stéphanie Elise

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Frutos do Espírito - PACIÊNCIA

Li recentemente um texto na bíblia que contava uma parte da história de Jacó, filho de Isaque, neto de Abraão.

Gênesis 29 narra a parte em que Jacó se apaixona por Raquel e a quer como mulher. Labão, seu tio, propõe algo em troca e Jacó trabalha 7 anos para poder se casar com Raquel. No entanto, na noite de núpcias, Jacó não sabia, mas havia se deitado com Lia, irmã mais velha de Raquel. Quando era dia, Jacó foi falar com Labão para saber porque ele não tinha cumprido o acordo. Naquela época era de costume casar primeiro a filha mais velha. Por isso, Jacó trabalhou mais 7 anos para se casar com sua amada.
14 anos! Muito tempo!

Para Jacó, esse tempo passou como se fossem poucos dias...

“Então Jacó trabalhou sete anos por Raquel, mas lhe pareceram poucos dias, pelo tanto que a amava” Gênesis 29:20

Deus tinha um plano para a vida de Jacó, que era o mesmo desde seu avô Abraão: dar a essa família uma grande descendência, tantas pessoas que seria impossível contá-las.

“Então o Senhor disse a Abrão: ‘Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai, e vá para a terra que eu lhe mostrarei. ‘Farei de você um grande povo, e o abençoarei. Tornarei famoso o seu nome, e você será uma bênção’” Gênesis 12:1-2

“Pois tu prometeste: ‘Esteja certo de que eu o farei prosperar e farei os seus descendentes tão numerosos como a areia do mar, que não se pode contar’” Gênesis 32:12 

Esse ano em especial farei mais uma vez vestibular já que não passei para o que queria. Orei muito a Deus pedindo orientação, pois já estava cansada de estudar tanto, me esforçar tanto e não atingir meu objetivo.
Em meio a todo esse transtorno, Deus me respondeu por meio de pessoas que conversaram comigo e muitos versículos de Sua palavra. Sei que tenho dificuldades a enfrentar mais uma vez, mas sei também que enfrentarei todas elas com Deus do meu lado.
Todos nós temos dificuldades, em várias áreas da nossa vida. Dei apenas um exemplo meu, relacionado ao estudo.
Nós, como seres imediatistas, muitas vezes não percebemos que a hora ainda não chegou, que estamos passando por fases que podem ser ruins, mas que vão nos acrescentar. Nos acrescentar esperança, resistência, saúde, percepção, confiança e tantas outras características.
Façamos como Jacó. Se temos um objetivo na vida, que possamos deixar Deus agir e lutar conosco, porque, mesmo que passem 14, 30, 50 anos, vamos estar com Aquele que é digno de todas as coisas, o Eterno, o Deus que criou todo o universo, poderoso, onisciente e Ele nos ajudará nas nossas dificuldades. É uma promessa Dele.

“Por isso não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; Eu o segurarei com a minha mão direita vitoriosa” Isaías 41:10

Que Deus nos ajude a sermos mais pacientes e a esperarmos Nele.

Deus te abençoe.
Stéphanie Elise

quinta-feira, 5 de março de 2015

Frutos do Espírito - PAZ

Atentado de 11 de setembro 
















Atentados recentes à França











Tiroteios envolvendo balas perdidas











Tráfico de drogas











Caso Richthofen



Em tempos de guerra, de confusão, de conflitos envolvendo religiões e ideologias, Deus é esquecido. O modelo de vida do Éden, local onde viviam os primeiros seres humanos criados por Deus, foi deixado de lado. Assim que pecaram contra Deus, Adão e Eva foram condenados à morte. A partir daí, o pecado e o erro começaram a entrar no coração humano, que antes era parecido com o de Deus, sem maldade.
Se fosse posto numa manchete, o primeiro assassinato registrado na Bíblia seria algo do tipo:

“Por Deus não ter aceitado sua oferta, Caim decide se vingar de seu próprio irmão. Abel não resistiu aos ferimentos e faleceu.”

 “E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel, e o matou” Genesis 4:8
Caim matou Abel! Foi a primeira vez que um ser humano, criado à semelhança de Deus, retirou a vida de um semelhante.
Onde está a paz? A paz de Deus?
Muitas pessoas dizem não acreditar em Deus porque existem muitos problemas no mundo e isso não seria permitido se Deus existisse. Deus, em sua soberania, nos deu mandamentos, que podem ser seguidos por nós ou não, pois o mesmo que os criou também nos dá liberdade de escolha. Adão e Eva escolheram comer do fruto que não podia...

Os mandamentos e tantos outros conselhos, incluindo o livro de provérbios trazem muitos ensinamentos práticos, como:
• Não matar (Êxodo 20:13)
• Honrar pai e mãe (Êxodo 20:12)
• Não roubar (Êxodo 20:15)
• Não adulterar (Êxodo 20:14)
• Não falar mal ou mentiras sobre os outros (Êxodo 20:16)
• Não cobiçar bens e pessoas (Êxodo 20:17)
• Não ter más companhias (Provérbios 1:10)
• Não ser ganancioso (Provérbios 1:19)
• Ser amoroso e leal (Provérbios 3:3)
• Ser equilibrado (Provérbios 3:21)
• Não brigar à toa (Provérbios 3:30)
• Evitar falsidade, mentira, fofoca (Provérbios 4:24)
• Não falar sem pensar (Provérbios 10:19)
• Ser bondoso (Provérbios 14:31)
• Não buscar prazeres passageiros (Provérbios 21:17)
• Ouvir conselhos (Provérbios 23:12)

Hoje, a paz é proclamada como distante; uma utopia, já que tantas coisas ruins e aterrorizantes tomam conta do coração de muitas pessoas.
É aí que a bíblia nos mostra como Deus é perfeito. Ele nos proporcionou conselhos muito sábios que se seguirmos, nos darão a paz individual, coletiva e com Ele.

Mesmo o mundo tendo se corrompido e virado as costas para Deus, os seres humanos tem a possibilidade de se virarem de novo para o Criador. Todo aquele que deixar que Deus entre será renovado, terá o coração e a mente limpos por Jesus e o Espírito de Deus reinará sobre sua vida, deixando frutificar a paz que vem dos céus. Essa é uma certeza. Gálatas 5:22 trás os frutos. A paz é um deles.
O mundo carece de Deus. Todos os atentados, guerras, invejas, e tantas outras coisas são frutos do diabo, daquele que quer nos ver longe de Deus, que quer nos fazer cada vez mais diferentes daquele que nos criou, nosso Pai.

“E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou” Genesis 1:26

Todos os males pelo qual o mundo passa são mesmo passageiros. A paz de Deus, aquela que excede todo o entendimento, reinará para sempre.
Que mais pessoas possam buscar o Senhor para que o fruto PAZ possa ser vista e vivenciada em mais vidas.

Stéphanie Elise